quarta-feira, 16 de maio de 2012


Pela graça somos salvos!

Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus (2 Co 5:21). Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus (Ef 2:8)
Sl 22:6-9, 12-18; Rm 5:1, 17-18; Gl 1:3-4a
O Senhor Jesus foi crucificado para nos salvar dos nossos pecados. A Palavra afirma que o salário do pecado é a morte (Rm 6:23). Portanto, uma vez que somos pecadores, cometemos pecados, nós deveríamos morrer, mas foi o Senhor que recebeu o castigo em nosso lugar e cumpriu as justas exigências de Deus por nós (2 Co 5:14, 21).
Sua morte foi extremamente dolorosa. Ele foi pendurado no madeiro, fixado na cruz com cravos nas mãos e nos pés, e ainda Lhe puseram uma coroa de espinhos na cabeça. No auge de Sua dor, quando não mais podia aguentar tanto sofrimento, disse: “Tenho sede! Estava ali um vaso cheio de vinagre. Embeberam de vinagre uma esponja e, fixando-a num caniço de hissopo, lha chegaram à boca. Quando, pois, Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado! E, inclinando a cabeça, rendeu o espírito” (Jo 19:28b-30).
O Senhor sofreu por nossa causa. Por isso, quando nos referimos à Sua morte redentora, jamais deveríamos falar de maneira leviana. Na verdade, devemos lembrar que nós é que deveríamos sofrer ali, na cruz, porque nós temos pecados, e não o Senhor! Mas Ele, por Sua infinita misericórdia, pagou alto preço por nós. Esvaziando-Se, Ele se humilhou, como servo, e foi obediente até a morte, e morte de cruz (Fp 2:7-8). Todo esse sofrimento, Ele passou por nos amar.
Louvado seja o Senhor! Quanta graça! Por isso nós falamos do evangelho da graça. Por Sua graça o Senhor Jesus morreu por nós, derramou Seu sangue, nos purificou de todos os pecados e nos salvou (Ef 2:8).
Sabemos que, sem derramamento de sangue, não há perdão de pecados (Hb 9:22). Por nos amar, Ele morreu derramando Seu sangue para nos justificar diante de Deus Pai (Rm 6:23; 5:9). Quanto a nós, ao ouvir o evangelho, cremos em Sua morte redentora e fomos justificados pela fé. Recebemos Jesus como nosso Salvador e, por meio Dele, somos salvos, recebemos o perdão dos nossos pecados, nos reconciliamos e temos paz com Deus.
Esse evangelho, essas boas-novas da graça de Deus, já chegou a nós, e nós o recebemos. Agora já nenhuma condenação pesa sobre nós, que estamos em Cristo (Rm 8:1). Mesmo que eventualmente ainda pequemos, temos a eficácia do sangue derramado pelo Senhor que, uma vez por todas, resolveu o problema dos nossos pecados perante Deus (1 Jo 2:1-2). Louvado seja o Senhor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário