terça-feira, 22 de maio de 2012


O modelo deixado pelo Senhor Jesus

“Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens” (Fp 2:5-7)
Mc 10:45; Rm 12:3; Fp 2:5-11
Lúcifer era um dos três principais arcanjos, porém, por causa de seu orgulho, veio a ambição, e, por causa dela, ele não mais estava satisfeito com a honrosa posição que Deus já havia lhe dado.
Ele admirava tudo o que fazia, esquecendo-se de que sua capacidade vinha de Deus e tudo o que realizava era resultado dos dons concedidos a ele pelo SENHOR. Conforme os versículos 13 e14 de Isaías 14, Lúcifer desejava exaltar seu próprio trono, seu governo, acima das estrelas de Deus, a ponto de ser semelhante ao Altíssimo. Ele se exaltou, e Deus o lançou do terceiro céu para a terra (vs. 12, 15).
É necessário que percebamos que primeiramente Lúcifer falhou em sua própria alma, em seu coração. Após ser lançado por terra, esse arcanjo tornou-se Satanás, o adversário de Deus, e usurpou a terra. O próprio Senhor Jesus chamou Satanás de "o príncipe deste mundo" (Jo 16:11).
Louvamos o Senhor pelo modelo que nos deixou (Fp 2:6). O Senhor Jesus era o próprio Deus, o Verbo de Deus, mas reconhecia Sua posição como Filho. Ele foi submisso a Deus Pai, porque procedia Dele. Ele recebeu autoridade do Pai para fazer todas as coisas. Contudo, diferentemente de Lúcifer, o Senhor Jesus sabia de quem recebera Sua capacidade, sujeitando-se em todas as coisas à vontade do Pai. Ele a Si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo de Deus e dos homens (Mc 10:45). Ele se humilhou a ponto de suportar não somente uma simples morte, mas a morte de cruz (Fp 2:8). Se seguirmos Seu exemplo, jamais iremos pensar de nós mesmos além do que convém (Rm 12:3), evitando, assim, o orgulho e a ambição.
O Senhor Jesus é o nosso modelo. Ele tinha uma posição elevada, mas se humilhou. Por isso Deus o exaltou sobremaneira e Lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai (Fp 2:8-11). Aleluia!É necessário que percebamos que primeiramente Lúcifer falhou em sua própria alma, em seu coração. Após ser lançado por terra, esse arcanjo tornou-se Satanás, o adversário de Deus, e usurpou a terra. O próprio Senhor Jesus chamou Satanás de “o príncipe deste mundo” (Jo 16:11).

Comentários 

Nenhum comentário:

Postar um comentário